quinta-feira, agosto 19, 2010

Evangelismo Adventista Obtém Reconhecimento em Conferência Mundial Sobre Missões

Os adventistas do sétimo dia estiveram entre representantes de mais de 100 denominações cristãs que se reuniram em Edimburgo, Escócia, no mês passado para antecipar o futuro de missões mundiais.

O evento marca os 100 anos da primeira Conferência Missionária Mundial de Edimburgo, considerado um divisor de águas na formação colaborativa de missões.

Enquanto vários adventistas estiveram presentes na conferência de 1910 como delegados, líderes da Igreja participaram pela primeira vez este ano, uma prova da reputação da denominação quanto a evangelismo, disse Ganoune Diop, diretor do Centro de Estudos de Missão Global, da Igreja Adventista. "O cristianismo mundial não pode abordar a questão de missões sem levar em conta o impacto da obra missionária adventista mundial", disse Diop, que co-presidiu a sessão sobre Fundamentos de Missões, um dos nove temas durante a conferência.

Outros tópicos incluíram missão cristã entre outras fés, missão e pós-modernistas, as comunidades cristãs em contextos contemporâneos e discipulado autêntico.

Os delegados -- entre eles os adventistas Cheryl Doss, diretor do Instituto de Missão Mundial, da Igreja, e John McVay, erudito de Novo Testamento e presidente da Universidade Walla Walla -- representaram 77 entidades nacionais, 65 países de origem e 62 línguas.

Durante a conferência, levada a cabo entre 2 e 6 de junho, os delegados moldaram a missão e testemunho cristão no século 21, e também passaram em revista marcos em missão desde a conferência de 1910. Entre os marcos acentuados esteve o ministério médico adventista do Hospital Memorial Andrews durante os anos de 1940 na Jamaica, onde hoje um em cada 11 cidadãos é adventista.

Diop disse que os delegados aprenderam a ver a missão como o "pulsar do coração" de Deus, uma experiência inspiradora de humildade e revigoradora.

Trabalhar com outras fés para impulsionar a missão em eventos como a Conferência Missionária Mundial de Edimburgo não significa que a Igreja está a comprometer suas crenças distintas, integridade doutrinária ou atividades missionárias, disse Diop. "Os adventistas são, de fato, incentivados a colaborar com qualquer agência que promova a Cristo", disse Diop, fazendo referência a uma declaração das Praxes Operacionais.*

"Como adventistas, não fazemos parte do movimento ecumênico. É claro que não nos restringimos a nossas doutrinas e valores, mas o tema desta conferência era o testemunho, com Cristo como uma força mobilizadora. Essa é certamente uma área de visão comum em torno da qual podemos nos reunir", explicou Diop.

* "Reconhecemos aquelas agências que soerguem a Cristo perante os homens como parte do plano divino para a evangelização do mundo, e temos em alta estima homens e mulheres cristãos em outras comunhões que estão empenhados em ganhar almas para Cristo". [Praxe Operacional, no 75.]

29 Jul 2010, Silver Spring, Maryland, United States
Elizabeth Lechleitner/ANN

Um comentário:

Is time to Pray disse...

Legal seu site Marcelo.